Esquerda - Conteúdo.

Diretrizes Irlandesas de Acessibilidade web - prioridade 1.

National Disability Authority - NDA

Prioridade 1.

A seguinte prioridade 1 possibilitará o uso do site por todos os grupos. Para alguns grupos, esse é um requisito básico para permitir seu acesso às informações.

Lista de itens da prioridade 1.

1.1 - Fornecer um texto equivalente para cada elemento não textual.

Ponto de verificação WAI 1.1 Site Externo. (Checkpoint 1.1).

Texto completo da WAI: "Fornecer um texto equivalente para cada elemento não textual (por exemplo, através de "alt", "longdesc", ou elemento de conteúdo). Isso inclui: imagens, representações gráficas de texto (inclusive símbolos), imagens de mapas, animações (por exemplo, GIFs animados), pequenos programas (applets) e objetos programáveis, arte ascii, frames, scripts, imagens usadas como lista de marcadores, espaçadores, botões gráficos, sons (reproduzidos com ou sem interação do usuário), arquivos de áudio autônomos, trilhas de áudio de vídeos, e vídeo.".

Todas as informações devem ser apresentadas em texto. Isso significa que, se for usada alguma outra mídia, tal como imagens, as informações que elas contêm devem ser repetidas em uma descrição textual. Essa descrição deve ser "equivalente", o que significa que ela deve transmitir as mesmas informações que o objeto que estiver sendo descrito. "alt" e "longdesc" são técnicas para a criação de textos equivalentes(consulte Instruções e Técnicas abaixo).

Os exemplos mais comuns de elementos não textuais são imagens, animações, filmes e sons. As imagens podem consistir de arte-final, fotografias e enchimentos coloridos ou espaçadores. No entanto, eles também podem ser desenhos de texto, usados para títulos, cabeçalhos ou logos de empresas. Nesses casos, eles não são textos. Texto significa somente o que é chamado de "texto real", e é formado por caracteres ASCII ou unicode. Não inclui desenhos de texto. Do mesmo modo, as imagens usadas para os botões também devem ter um texto equivalente, pois elas não contêm texto real.

Imagens de mapas são compostas de muitas partes, cada qual é um botão gráfico ou link separado.

Arte ASCII é o nome dado para figuras feitas com muitos caracteres de texto, do mesmo modo que uma imagem de jornal é feita de muitos pontos. A figura resultante tem um significado que não pode ser deduzido dos caracteres ou pontos. Esse significado deve ser apresentado em uma descrição textual alternativa. "ASCII" é o nome de um sistema comum de codificação de caracteres utilizado pelos computadores.

Objetos programáveis, tais como os scripts e applets, são outro tipo de elemento não textual. São partes de uma funcionalidade escrita em linguagens outras que não HTML, para criar um comportamento dinâmico ou iterativo que vai dos simples efeitos visuais a miniaplicações. São exemplos os menus pop-up codificados em DHTML, letreiros e aplicações interativas, tais como calculadoras de tributos ou jogos escritos Java ou Macromedia Flash. Teoricamente, qualquer efeito ou funcionalidade pode ser criado utilizando um script ou applet.

Sons incluem fala, sinais de áudio, tons de alerta e trilhas de áudio em vídeo, em arquivos baixáveis ou streaming.

Nem todos os usuários podem acessar ou utilizar esses elementos diretamente e, assim, necessitam que a informação ou funcionalidade seja fornecida no formato texto. Há uma variedade de técnicas de HTML que podem ser usadas para fornecer informações equivalentes, inclusive "alt" e "longdesc", que podem ambas serem utilizadas para complementar as imagens visuais com texto.

Fundamentos.

Para alguns usuários, texto é a única mídia que podem acessar. Um cego não pode ver a tela e, portanto, não pode ler as informações no formato de imagem. Se os títulos são apresentados como imagens por questões de efeito visual, os usuários cegos não poderão ler e perderão grande quantidade de informações importantes. Se as imagens são usadas para botões e links de navegação, usuários cegos podem ser totalmente incapazes de utilizá-las ou de navegar pelo site. As informações apresentadas em figuras, gráficos, mapas ou fotografias também não estarão disponíveis para usuários cegos, a menos que elas existam em texto equivalente.

Usuários portadores de deficiência visual freqüentemente utilizam um leitor de tela, um programa que interpreta os conteúdos de texto da tela e os apresenta através de um sintetizador de voz ou impresso em Braille. Se os elementos não textuais tiverem textos equivalentes, o leitor de tela poderá lê-los. Se não tiverem os textos equivalentes, o leitor de tela informará ao usuário que existe um elemento, mas não dirá nada sobre ele, exceto, talvez, o nome do arquivo.

Um surdo não pode ouvir os sons de alerta, narração ou outras informações em áudio. Entretanto, eles podem ler os textos equivalentes.

Muitos usuários têm equipamentos velhos ou modens lentos e se conectam através de linhas telefônicas tarifadas continuamente. Esses usuários freqüentemente cancelam o downloading de imagens para economizar tempo e dinheiro.

Instruções e Técnicas.

Use o atributo Alt para objetos não textuais simples, tais como figuras e títulos gráficos ou botões, deve-se especificar a descrição textual utilizando o atributo HTML "Alt" (alternativo).

O texto do atributo Alt deve ser escrito cuidadosamente para que possa fornecer informações equivalentes. Se o texto do Alt não transmitir com eficácia as informações que a imagem mostra, ele será inútil. Ao se usar um texto no atributo Alt para fornecer textos equivalentes para imagens utilizadas como links, o texto deve ter sentido como um título do link quando for lido fora do contexto. Para imagens meramente decorativas que não contêm informações, tais como espaçadores, linhas e enchimentos, usa-se o texto ALT vazio (descrito abaixo).

Consulte as técnicas recomendadas pela WAI:
Uso do texto no atributo Alt para fornecer conteúdo textual equivalente para imagens Site Externo. (Using Alt text for providing equivalent text content for images) e Fornecimento de textos equivalentes para applets e objetos programáveis Site Externo. (Providing text equivalents for applets and programmatic objects).

Uso do atributo ALT com texto vazio para objetos que não contêm informações.

Para imagens que são meramente decorativas e não contêm informações, tais como espaçadores, marcadores, linhas e enchimentos, usa-se o espaço no atributo ALT (alt=" "). Ele será ignorado pela maioria das tecnologias de auxílio, tais como leitores de tela, e evitará bombardear o usuário com centenas de descrições inúteis, tais como "um espaçador, uma linha azul, marcador, marcador...". Deve-se notar que o texto vazio no atributo Alt tem espaço entre as aspas. Ele não é o mesmo que alt="", que não contém um espaço e, portanto, não é um atributo ALT com texto vazio, mas nulo. Tecnologias assistivas podem não ignorar objetos com atributo ALT que estejam nulos, com aspas consecutivas, sem conteúdo.

Consulte as técnicas recomendadas pela WAI para o Uso de imagens como pontos de marcador. Site Externo. (Using images as bullet points) e Uso de imagens como links. Site Externo. (Using images as links).

Fornecimento de uma longa descrição quando o texto Alt não for adequado.

Realmente, o atributo ALT não é útil para explicações complexas demais para serem descritas em poucas palavras. Por exemplo, se for exibir um gráfico que mostre o crescimento populacional de três países (França, Alemanha e Espanha) de 1995 a 2001, pode-se utilizar o atributo ALT para dar uma descrição básica do gráfico, tal como:

"Gráfico que mostra o crescimento populacional de França, Alemanha e Espanha, 1995 a 2001".

Entretanto, as informações contidas no gráfico podem ser muito complexas e exigirem uma descrição muito maior. O gráfico pode mostrar linhas coloridas com os parâmetros de cada país, permitindo ao usuário identificar rapidamente tendências globais e fazer comparações.

Isto está além da capacidade do atributo Alt e, nesse caso, deve-se utilizar a tag HTML "Longdesc" ou um link "D". Essas duas técnicas permitem aos usuários acessar um texto separado que descreve o contexto. Longdesc, embora seja parte da especificação do HTML, não é suportado por grande parte dos navegadores. A técnica alternativa link "D" envolve a inserção, além da imagem, de um link apresentado como a letra maiúscula "D". O alvo desse link deve ser uma página web separada que mostra uma longa descrição em formato de texto puro. Quando o usuário tiver lido esse texto, ele pode retornar à página com a imagem. "Longdesc" significa "longa descrição".

Consulte as técnicas recomendadas pela WAI em Fornecimento de descrições longas com Longdesc e "D" link.Site Externo. (Providing long descriptions with Longdesc and the "D" link).

Fornecimento de um texto equivalente para cada link ativo que contém uma imagem de mapa.

Consulte a técnica recomendada pela WAI em Fornecimento de texto equivalente de links contidos em imagens de mapas. Site Externo. (Providing text equivalents of links contained in image maps). Notar que o link deve ser um link do lado do cliente para trabalhar com essa técnica.

Como identificar essas situações?

  • Cancele o downloading de imagens do navegador. Isso mostrará a página sem as imagens. Deve ser possível ver o texto do atributo alt onde as imagens não mais aparecem. V